top of page
Marble Surface
Buscar

Polenta e seus acompanhamentos

Sim chegou a hora dela! A famigerada Polenta da família Pinna. Lembro do Nonno Giampi cortando a polenta com fio de barbante na casa deles quando comíamos lá. Minha Nonna Cecy fazia como ninguém a polenta. Confesso que era realmente muito boa. A receita continua a mesma. Ah uma coisa interessante sobre polenta, é que era uma comida que as pessoas sem muitas condições monetárias comiam durante a segunda guerra mundial na Itália.


Para a POLENTA:


rendimento para seis pessoas:

· 300 gramas de sêmola de milho (fubá grosso)

· 300 gramas de fubá (fubá fino)

· 1 punhado de sal

· Água 4 ou 5 litros

Para esse prato você vai precisar de uma espécie de caldeirão ou panela funda de cobre de preferência pois o calor se espalha melhor na superfície, com o fundo arredondado conhecido como "tacho". Coloque ¾ de água no caldeirão e ponha para ferver, adicione o sal. E aos poucos vá soltando a sêmola de milho primeiro e use uma colher de pau com um cabo grande para não se queimar, pois a polenta pula. Vá mexendo aos poucos para desempelotar os pedaços do fubá grosso, quando o acabar o fubá grosso pegue o fubá fino e comece a polvilhar em cima da polenta aos poucos, coloque pelo menos ¾ do fubá fino, sem parar de mexer. Quando começar a pular muito tampe e deixe cozinhar por 20 minutos.

Após os 20 minutos ela está mais calma e não pula tanto, e volte a polvilhar o restante do fubá fino aos poucos. Vá puxando o de baixo e colocando para cima. É aconselhável que tenha um ajudante na cozinha com você. Quando a polenta estiver desgrudando do fundo da panela vá cuidadosamente inclinando a panela na lateral do fogo para cozinhar dos lados de forma homogênea. Fazendo isso você faz com que a polenta fique mais solta facilmente, quando estiver completamente solta e firme em sua consistência, despeje-a em uma tábua de madeira. E corte os pedaços com um fio de barbante. Cortando com faca a polenta grudará na faca e não cortará direito a polenta.


Para a CARNE DA POLENTA:


preparo de 3 horas:


  • 1 kilo de alcatra

  • 1 cebola grande

  • ½ pacote de manteiga

  • ½ copo de vinagre

  • 1 colher de farinha de trigo

  • 3 copos de leite tipoA ( usamos aqui em casa o Xandô , da tampa azul)

  • 1 leiteira de água quente

  • um punhado de sal


Limpe a carne tirando as gorduras e corte em pedaços grandes ( 2 a 3 dedos) Coloque metade da manteiga numa panela grande e funda junto com a cebola descascada e cortada em 8 pedaços. Coloque a carne e vá fritando aos poucos. Coloque a leiteira para ferver e um pouco antes de ferver desligue.

O fogo não pode ficar muito alto porque queima a carne e deixa o molho escuro. Vá virando a carne aos poucos fritando todos os lados por igual. No começo vá juntando o resto da manteiga depois vá pingando a água.

Depois que a carne estiver bem assada por dentro e frita por fora (cerca de 2 horas) você acrescenta o vinagre. Junte o sal a gosto neste momento. Deixe a carne cozinhar no vinagre e vire de forma que todas as partes tenham contato com o vinagre.

Por fim, dissolva uma colher de farinha de trigo num copo de leite e acrescente, seguido pelos outros dois copos. Neste momento baixe o fogo e deixe o leite cozinhar tampado. Deve formar um molho bem cremoso. Aliás, o segredo do molho cremoso é o quanto tem de líquido antes de soltar o vinagre. Não pode ser muito.

Para a LINGUIÇA E VERDURA:


  • linguiça de pernil - lombo

  • 1 pacote de espinafre ou almeirão

  • 30 g de manteiga


Frite a linguiça como já é um tipo de carne que tem gordura não acrescente manteiga, ela frita sozinha. Para a verdura (seja lá qual preferir) lave bem e corte em pedaços menores, coloque a manteiga em uma frigideira e jogue a verdura lá dentro e tampe. Sua verdura abafada na manteiga e sua linguiça frita, junte os dois em uma única panela.










59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page